quinta-feira, 21 de março de 2019

BRASIL: Temer está preso por crimes que cometeu durante toda vida, diz coordenador da Lava Jato no Rio


O ex-presidente Michel Temer foi preso nesta quinta-feira por causa dos vários crimes que cometeu ao longo de toda a vida e estranho seria se não tivesse sido detido, disse o coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro, procurador da República Eduardo El Hage.

Em entrevista coletiva sobre a operação Descontaminação, que apura irregularidades na Eletronuclear e no âmbito da qual Temer foi preso mais cedo, procuradores da Lava Jato no Rio acusaram o ex-presidente de comandar uma organização criminosa que “assalta” o país há mais de 40 anos. “Estranho seria se Michel Temer não tivesse sido preso. A prisão dele é decorrência lógica de todos os crimes que ele praticou durante uma vida inteira, pertencendo a uma organização criminosa muito sofisticada”, disse El Hage.

“A forma como ele praticava os crimes —sempre por interposta pessoa, sempre utilizando contratos fictícios, pagamentos em espécie— é algo que nos causou muita surpresa mesmo depois de três anos de Lava Jato”, acrescentou. Para a defesa de Temer, a decisão de prender o ex-presidente se baseou em suspeitas calcadas numa delação premiada e não existem provas que a sustentem. “O presidente Temer está bastante tranquilo, ele confia na Justiça, como sempre confiou”, disse o advogado Thiago Machado, após a entrevista coletiva da força-tarefa.

Na entrevista, El Hage fez questão de esclarecer que os procuradores pediram a prisão de Temer à Justiça na sexta-feira passada e que o pedido foi aceito pelo juiz federal Marcelo Bretas na terça, antes, portanto, do atrito entre o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) por conta da tramitação na Câmara do pacote anticrime proposto por Moro.

O ex-ministro Moreira Franco, também preso na operação Descontaminação, é padrasto da mulher de Rodrigo Maia, o que levantou suspeitas de que a operação desta quinta seria uma retaliação de Moro, a quem a Polícia Federal está subordinada, ao presidente da Câmara. De acordo com os procuradores, a organização criminosa que seria chefiada por Temer atuou em vários órgãos públicos e a soma de propinas recebidas e promessas de vantagens indevidas somam 1,8 bilhão de reais ao longo dos vários anos que o grupo atuou desviando recursos públicos. “São várias (entidades em que o grupo atuou), Ministério da Agricultura, Secretaria de Aviação Civil, Caixa Econômica Federal”, disse El Hage.

“Como eu falei, essa é uma organização criminosa que vem assaltando os cofres públicos há décadas e não escolhia órgãos públicos. Todos os órgãos públicos onde houvesse influência do MDB, havia uma possibilidade, uma oportunidade de ganho espúrio”, disse. De acordo com o coordenador, Temer atuava na área política enquanto o coronel da reserva da Polícia Militar de São Paulo João Batista Lima Filho era um de seus operadores financeiros, responsável pelo recebimento de propinas.

“O Coronel Lima é um dos operadores financeiros, apenas um deles, um dos operadores financeiros do ex-presidente Michel Temer. E tinha como função arrecadar valores espúrios e de vantagens indevidas em razão de obras que eram contratadas com o governo federal”, disse El Hage. Os promotores disseram ainda que a prisão preventiva de Temer se justifica para “garantir a ordem pública” e o andamento das investigações, já que afirmam ter indícios de que houve tentativas de atrapalhar a apuração.

Fonte: Agencia Reuters
PUBLICIDADE:

quarta-feira, 20 de março de 2019

SEGURANÇA: Natal, Maceió, Recife e João Pessoa entre as mais violentas do mundo


Sete capitais do Nordeste brasileiro, incluindo Natal (RN), Maceió (AL), Recife (PE) e João Pessoa (PB), foram incluídas em uma lista com as 50 cidades mais violentas do mundo. De cartões-postais frequentados por milhares de turistas, estas cidades também figuram no mapa internacional do medo.

O levantamento realizado pela organização mexicana Seguridad, Justicia y Paz levou em consideração os dados oficiais de homicídios no ano de 2018. Rio de Janeiro e São Paulo estão fora da relação, enquanto a cidade de Tijuana, no México, lidera o ranking global da insegurança. Das 50 cidades listadas em 2018, 15 são mexicanas e 14, brasileiras. Natal é a cidade brasileira mais violenta e ocupa a oitava posição neste mapa global. Maceió aparece na 21ª colocação, Recife está na 38ª, enquanto João Pessoa ocupa o 44º lugar na tabela do medo.

Fortaleza (9ª posição), Belém (12ª), Feira de Santana (14ª), Vitória da Conquista (22ª), Aracaju (25ª), Salvador (29ª), Macapá (30ª), Campos dos Goytacazes (35ª), Manaus (37ª) e Teresina (48ª) completam a relação de municípios do Brasil inseridos no topo da violência mundial em 2018. Recife, Natal, João Pessoa e Maceió também estavam no ranking de 2017 e caíram de posição em relação ao ano seguinte. Campina Grande, na Paraíba; Porto Alegre, no Rio Grande do Sul; e Vitória, no Espírito Santo, estavam na lista de 2017 e ficaram de fora da relação referente ao ano passado.

Critérios
O levantamento da organização considera apenas as regiões metropolitanas de cidades acima de 300 mil habitantes. Os municípios e cidades-satélites que compõem o perímetro urbano também foram levados em consideração. A posição de cada região metropolitana na lista é definida após o cálculo da taxa oficial de homicídios para cada 100 mil habitantes dessas localidades. Os números de crimes letais utilizados no levantamento foram fornecidos por fontes oficiais, quase sempre pelas secretarias de segurança pública dos estados ou províncias analisados. Os detalhes e a metodologia da pesquisa podem ser conferidos no site do conselho.

O Conselho Cidadão de Segurança Pública e Justiça Criminal do México divulga os rankings mundiais da violência desde 2013. A organização da sociedade civil, fundada em 2002, se apresenta como uma rede “apartidária, laica e independente”.

A mais violenta do Brasil
A região metropolitana da capital do Rio Grande do Norte, por exemplo, teve 1.185 homicídios em 2018 para uma população de 1,5 milhão de habitantes, e registrou uma taxa de 74,67 mortes violentas intencionais para cada 100 mil moradores.

Além de Natal, foram consideradas as cidades de Arês, Ceará-Mirim, Extremoz, Goianinha, Ielmo Marinho, Macaíba, Maxaranguape, Monte Alegre, Nísia Floresta, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu e Vera Cruz. Em 2017, a taxa da região mais violenta do Brasil foi de 102,56 mortes por 100 mil habitantes, o que fez com que a Grande Natal ocupasse a quarta posição no ranking mundial da insegurança.

Fonte: André Duarte/OP9

PUBLICIDADE:

terça-feira, 19 de março de 2019

EDUÇÃO: IFRN avalia se reduz de 4 para 3 anos tempo dos cursos técnicos integrados ao Ensino Médio


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) está em fase de revisão dos cursos técnicos integrados ao Ensino Médio. Uma das possíveis mudanças - e a mais polêmica - é a redução do tempo dos cursos, de 4 anos para 3 anos. Se aprovada até julho, a medida já vai valer a partir do próximo ano.

De acordo com o pró-reitor de Ensino da instituição, Agamenon Tavares, a discussão sobre o tempo dos cursos ocorre dentro da revisão global das ofertas, prevista pelo programa político-pedagógico para acontecer em 2016. A medida acabou atrasando por causa de algumas questões, como a reforma do ensino médio, em 2017. As revisões das licenciaturas foram concluídas ainda em 2018. Foram iniciados, ainda no mesmo ano, a revisão dos cursos superiores de tecnologia (CSTs), cujas diretrizes foram discutidas, votadas e aprovadas. "Em 2019, estamos fechando os Projetos Pedagógicos de Cursos dos CSTs e retomando as diretrizes para os cursos técnicos, com previsão de término no início de 2019.2", explicou.

Um dos pontos em questão é uma nova metodologia para os orçamentos dos cursos, aprovada em agosto do ano passado pelo Conselho de Reitores do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif). "Foi uma mudança de estratégias dos reitores", considerou. A mudança prevê uma alteração no cálculo de ponderação que define quanto cada curso recebe para seu custeio. Ele leva em conta número de alunos matriculados, laboratórios necessários, número de professores, custos de água, energia, internet e tempo de duração, por exemplo.

Antes, o catálogo de cursos tinha o mínimo de 3.000 horas, mas a instituição poderia optar por quantas horas a mais considerasse necessária. No Rio Grande do Norte, por exemplo, os cursos são de 4.000 horas de curso. "O que o conselho definiu é que nós podemos continuar ofertando quantas horas quisermos, mas eles agora só vão custear 3.200 horas", explica.

Com esse novo cálculo, enquanto um curso recebia cerca de R$ 1,7 milhão por ano, passaria a receber aproximadamente R$ 1,5 milhão - cerca de R$ 200 mil a menos - por exemplo. De acordo com o pró-reitor, atualmente, cerca de 90% dos IFs no país têm curso técnico-integrado com duração de três anos. Apenas quatro, entre eles o do Rio Grande do Norte, desde 2005, mantém quatro anos de formação.

Do G1/RN
 PUBLICIDADE:

BRASIL: Rio de Janeiro: polícia apreende adolescente que planejava ataque em escola pública

A polícia do Rio de Janeiro apreendeu nesta segunda-feira um adolescente que planejava um atentado a uma escolha pública da cidade, informou a Polícia Civil fluminense.O adolescente foi detido em uma grande operação em uma favela do centro que contou até com o uso de um helicóptero.

O jovem já tinha dito a pessoas próximas e alunos da escola, da qual foi expulso, que planejava o atentado. O ataque estava planejado para na próxima quarta-feira, um mês antes do aniversário de 20 anos do massacre em uma escola em Columbine, no Estado norte-americano do Colorado, que deixou 15 mortos.

Nas redes sociais, o jovem também já tinha feito menção ao ataque e citou também o ataque da semana passada em Suzano (SP), em que dois jovens mataram 7 pessoas numa escola, da qual eram ex-alunos, e se mataram. Antes, haviam assassinado o dono de uma locadora de veículos da cidade.

Em comunicado, a Polícia Civil informou que a apreensão do jovem ocorreu “após conhecimento que ex-aluno de estabelecimento escolar localizado na Praça da Bandeira estava veiculando mensagens sobre um atentado que iria cometer no seu antigo colégio, exibindo fotografia de arma de fogo e detalhes da ação, inclusive a sua rota de fuga, pois não iria se matar como o ocorrido na cidade de Suzano”.

O jovem apreendido nesta segunda também frequentava canais subterrâneos da internet frequentados por amantes de armas e fóruns de pessoas que admiram e planejam atentados. De acordo com a polícia, o computador do jovem foi apreendido e nele foram encontradas referências ao massacre de Columbine.

Fonte: Agencia Reuters
PUBLICIDADE:

domingo, 17 de março de 2019

SAÚDE: CNPEM testa paracetamol em miniórgãos artificiais com sucesso e resultado pode excluir uso de cobaias


Pela primeira vez, pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP), tiveram sucesso ao testar paracetamol - analgésico com propriedades antitérmicas - em miniórgãos artificiais. Os efeitos dão passo importante nas pesquisas para excluir uso de cobaias.

O modelo artificial é produzido em laboratório com células humanas, em escala micrométrica, e substitui intestino e fígado. A tecnologia tem potencial para reduzir o número de cobaias usadas em testes e, até mesmo, substitui-las por completo em 30 ou 40 anos.

"O que a gente conseguiu mostrar nesse estudo inédito foi que o intestino artificial que a gente construiu em laboratório, bem como o fígado, se comportaram de maneira semelhante ao corpo humano. Ou seja, o nosso intestino conseguiu absorver o paracetamol e o fígado metabolizou esse paracetamol e também demonstrou efeitos tóxicos do paracetamol, como acontece no ser humano também", explica a pesquisadora Talita Marrin.

Os órgãos foram conectados entre si por um fluxo sanguíneo e ligados a equipamentos que reproduzem as condições fisiológicas do corpo humano. Em altas concentrações, o paracetamol pode provocar lesões no fígado. Além de evitar que cobaias possam ser usadas em testes de novos medicamentos, a tecnologia também permite acelerar os estudos e obter resultados mais eficazes e mais confiáveis do que os de pesquisas com os pequenos mamíferos. Os miniórgãos reproduzem as funções biológicas e genéticas do organismo humano com muita semelhança.

"Na linha de descobrimento e desenvolvimento de fármacos, geralmente se começa os estudos com cinco a dez mil compostos, e se leva de dez a 15 anos, se gasta de 1 a 3 bilhões de dólares. E no final dessa linha, você põe somente um medicamento no mercado", afirma a especialista. "Essa tecnologia que nós estamos implementando e desenvolvendo tem esse intuito, de ser um teste mais robusto, diminuir o custo do desenvolvimento de medicamentos e, ao mesmo tempo, ser mais ético, porque reduz o número de animais".

O próximo passo do estudo será testar outros medicamentos de efeitos bem conhecidos no mesmo modelo.

G1


PUBLICIDADE:

REGIÃO: Jovem raptado de casa é encontrado morto em matagal na região do Alto das Brisas em Mossoró


Mais um crime de homicídio, provocado por disparos de arma de fogo, é registrado em Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte, o trigésimo sétimo do ano de 2019.

O jovem Anab Felipe Pereira da Fonseca, de 20 anos de idade, raptado de dentro de casa no Parque Universitário , na madrugada de quinta feira, 14 de março de 2019, foi encontrado morto, na tarde deste sábado (17) com marcas de tiros.

O corpo foi localizado por familiares em um matagal, por trás do Aterro Sanitário, na região do Alto das Brisas e apresentava muitas perfurações, que segundo a perícia foram provocadas por arma de fogo.De acordo com a perícia criminal, o jovem foi morto em um outro local, levado e desovado no matagal, onde o corpo foi encontrado. 

Após o corpo  ser localizado pela familia, a Polícia Militar foi acionada e isolou o local até a chegada das equipes da Delegacia de Plantão e do ITEP e após os procedimentos, o cadáver foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico legal (IML), para ser examinado.

Devido o estado em que se encontrava o corpo devido a ação de animais, não foi possível identificar o número de perfurações e a arma usada para matar o jovem.

Fim da Linha
PUBLICIDADE:

sexta-feira, 15 de março de 2019

ECONOMIA: Governo do Estado inicia pagamento do salário de março nesta sexta-feira (15)


O Governo do Rio Grande do Norte começa a pagar os salários do mês de março nesta sexta-feira (15). De acordo com o calendário divulgado pela administração estadual, hoje recebem integralmente os servidores que ganham até R$ 6 mil.

Os servidores dos órgãos da Segurança Pública e também 30% de quem ganha mais de R$ 6 mil também recebem nesta sexta-feira (15).

Já os salários e décimo terceiro de 2017 e 2018 ainda sem data para serem pagos.

PUBLICIDADE: